5 dicas de viagens para países Islâmicos

Post importantíssimo para quem pretende viajar à um país islâmico, com algumas dicas cruciais que devem levar em consideração.

O Brasil é um país cristão, que conta com vários costumes diferentes dos muçulmanos. E ao viajar um país com doutrinas diferentes das suas o mais importante é o RESPEITO. Então durante a sua visita você deve respeitar os costumes e aprender algumas coisas sobre esses dogmas diferentes que são seguidos. Isso é algo que sabemos, mas muitos não fazem, e peço para que revejam seus conceitos e se enquadrem nisso para não mostrar desrespeito a outra religião, outra cultura, outro país.

Para entender melhor sobre esse mundo diferente do nosso, pelo menos do meu, vou explicar… O muçulmano é a pessoa adepta ao Islamismo. Não confundam isso com Mundo Árabe, ok? Porque o Islamismo está presente em muitas outras partes do mundo e até mesmo em nosso país.

Muita gente acha que todo árabe é muçulmano, mas não, isso não é verdade. Existem árabes cristãos e com outras religiões. E tem países que não estão no Oriente Médio que prevalece o Islamismo, como a Turquia. Dessa maneira, volto a dizer que o RESPEITO é a base de tudo. Agora me conta, está pensando em viajar para qual país que a maioria das pessoas são muçulmanos? Se está, preste atenção nas seguintes dicas a se seguir:

 

1. Roupas

Sei que nosso jeito de se vestir é bem diferente deles e quando eles veem pessoas com vestes diferentes já sabe que são turistas, então acho indicado tentar se enquadrar um pouco melhor. Os homens normalmente utilizam calças compridas, e mulheres saias abaixo do joelho e em alguns lugares véu. Então deixo uma dica tanto para homens quanto mulheres, levarem sempre na bolsa um lenço grande, pois dá para amarrar tanto nas pernas, quanto por na cabeça.

Se forem entrar em uma mesquita, eles te farão tirar seu sapato, não ache estranho e faça isso. Isso se dá pelo fato de que nos momentos das orações islâmicas, eles coloca o rosto próximo ao chão, sendo assim uma questão de higiene. Em algumas mesquitas, eles dão sacolinhas para colocar seus sapatos e carregar contigo, em outras deixam todos na porta de entrada e na volta você os pega.

No contexto geral, eles são conservadores com suas roupas e não mostram muito do seu corpo, então respeite isso. Ou se quer ter uma foto com uma roupa curta em algum lugar, indico irem com uma saia ou lenço por cima, tire na hora das fotos e depois coloque de volta. Foi o que eu fiz em alguns lugares da Turquia. Amarrava o lenço sobre mim e desamarrava para fotos, coisa rápida.

 


Veja também: Qual o limite para compras no exterior!


2. Comidas e bebidas

Diferente de nós, os Muçulmanos possuem regras a serem cumpridas quando se trata de alimentação e bebidas. Primeiro: eles não comem carne suína, e isso será fácil de fazer enquanto estiverem lá, pois você não a encontrará em nenhum lugar. Segundo: cuidado onde toma bebida alcoólica, eles são muito reservados nesse quesito, com isso não achará álcool em todo lugar.

Em bares de hotéis provavelmente terá um cardápio com opções alcoólicas, mas serão poucos bares com bebidas alcoólicas na rua e se tiver, eles se mantem em uma parte mais reservada e discreta. Ou seja, não compre uma cerveja e saia bebendo na rua, é desrespeitoso. Lá você verá eles bebendo muitos tipos de chás e cafés.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

3. Negociação na hora das compras

Antes de começar a falar sobre esse tópico, já digo, LEVE A NEGOCIAÇÃO NUMA BOA. Porque tem quem não goste disso e se irrite, mas é muito comum negociar na hora de comprar. É algo raro, chegar, ele dizer o preço e você falar ok. A negociação faz parte da compra e em praticamente tudo terá um grande desconto.

Ao chegar em um local e ele falar o preço, eu sempre considero jogar o valor, 50% abaixo do que me é pedido. Na verdade, tem casos que falo até menos. Mas estão se me cobram 200Kr (liras turcas), eu digo que pago  100Kr. E acabo fechando tendo pelo menos uns 30% de desconto. Muitos dizem que pode jogar até abaixo dos 50% e se for homem, indico fazerem o mesmo, mas com mulheres considero que 50% seja o ideal, eles ficam intrigados quando é uma mulher comprando.

Dica Importante: Pessoal, mas entendam que se você  fizer uma oferta e eles aceitarem, o ideal é que compre o produto. Claro que não é obrigado, mas se ele aceitar e você não levar, ele ficará muito bravo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Veja também: Saiba mais sobre o banho turco!


4. Preconceito com árabes e muçulmanos

Nós somos muito influenciados pela mídia e quando ela fala sobre terrorismo, ela generaliza o mundo muçulmano, o que é absurdamente errado. Visto que a maioria dos muçulmanos são pacíficos. Então em momento algum diga mal dessa cultura, muito menos entre em assuntos que não dominamos e não temos poder de fala, como diferenças de sunitas e xiitas. Evite esses assuntos. Trate todos com respeito e entenda que você está na casa deles.

 

5. Preconceito com a sociedade

Deixei esse tópico por último, porque é algo que me deixa MUITO TRISTE. A cultura muçulmana não aceita muito bem pessoas que apoiam movimentos feministas e LGBT, então não entre nesses assuntos quanto tiverem por lá. Há muitos casos de feministas sendo expulsas de países de maioria muçulmana, porque faziam manifestações.

Lembre que viajar para esse país foi escolha sua, então se molde com o que falam e tente ficar na sua. Irei dar meu relato brevemente na Turquia, viagem que fiz sozinha e sim me arrependo de ter ido sozinha. Foi o único do lugar do mundo que me senti mal, e que não me sentia segura na rua, por mais que muitos digam que era seguro.

Dentro do Grande Mercado, ou pelas ruas, foram inúmeros homens que mexeram comigo, que me chamavam de nomes feios, e que até vinham em minha direção falando que me levaria para suas casas. Não gosto nem de lembrar das frases que ouvi, mas não posso generalizar. Muitos me respeitavam e vi até quem mandou eles parar de mexer, mas não foi algo que eu me senti bem.

Muitos muçulmanos são machistas e homofóbicos, portanto se te ofenderem, relevem, deixem que falem (DÓI ME VER ESCREVER ISSO), mas é a verdade e se não se sentir seguro, volte imediatamente ao seu hotel, ok? Talvez você viajará para um destino que não aconteça nada, e que não veja nenhum tipo de atitudes como essas e rezo para que todas as viagens sejam assim.

 

Depois dessas dicas, espero que estejam mais preparados para viajar a lugares que a maioria da população são muçulmanos. E lembre-se sempre de ter respeito com todos.


Dica para viagem internacional: SEGURO VIAGEM É IMPORTANTE. Então adquira o Seguros Promo com meu código de 5% de desconto (CHAPINHANAMALA5) e não passe apuros se algo acontecer. Além do mais, nunca esperamos o pior, mas é sempre bom estarmos preparados, não é mesmo? E para entenderem qual a necessidade de ter um seguro viagem, entrem aqui.

Comments

comments

Deixe um comentário