Cachoeira Serra Azul

Um dos passeios que mais gostei de fazer em Nobres foi conhecer a Cachoeira Serra Azul e com certeza ela entrou na lista das mais bonitas em que já vi.

Ela está localizada dentro do Parque Sesc Serra Azul.  O local fica cerca de 25 km da Vila de Bom Jardim e para chegar até ela é preciso passar por estrada asfaltada e de terra. Com isso indico estarem com carro particular para ir até o lugar e também para outros atrativos da região. As agências da cidade não disponibilizam transporte, apenas o guia te acompanha durante o trajeto.

Já que o guia vai com você, não tem erro de se perder, mas também há placas indicando o caminho. Só que é necessário estarem acompanhado de um guia. Eu fechei o meu, assim como já havia reservado meu voucher de entrada com a Pousada Bom Jardim.

Bem cedinho do nosso último dia na cidade, já fui até a agência e peguei os vouchers que havíamos reservado. O valor do passeio foi de R$ 80,00 por pessoa. Como combinado partimos às 09h rumo a Cachoeira Serra Azul. Achei o horário ótimo, porque o melhor horário para ir até a cachoeira é no período da manhã, pois o sol bate diretamente na água, deixando-a ainda mais azul.

O caminho da agência até a Cachoeira Serra Azul leva em torno de meia hora. E ao chegarmos, passamos pela recepção. Nesse momento, ou no meu caso, foi lá na agência que avisamos se vamos querer descer de tirolesa. Porque há duas maneiras de regressar da cachoeira, por trilha e de tirolesa. Atualmente o valor para descer de tirolesa é de R$ 50,00 por pessoa.

Já deve avisar nesse local que vai descer, porque os funcionários do parque te pesam e te dão os equipamentos necessários para a descida radical. Então você faz parte da trilha levando seus próprios equipamentos, que são as cordas, ganchos e capacete.

Depois que todos estavam prontos, seguimos rumo a trilha. Essa tem 800 metros, sendo que parte é como se fosse uma escada com mais de 470 degraus. Mas a trilha é fácil e tem parte de subida e descida. No meio da trilha você para em uma “casinha na árvore”, literalmente uma casa de madeira. Lá você deixa separado os equipamentos para tirolesa e pega o item obrigatório para entrada na cachoeira: o colete salva vidas. Então você continua a trilha com seu colete em mãos, ou no corpo até a cachoeira.

Você já consegue visualizar a cachoeira quando está chegando e já vai ficando impressionados com a beleza do lugar. A queda d’água tem 46 metros de altura e forma um poço grande e profundo. Não é indicado ficar muito tempo embaixo da queda, pois essa desce com muita força. Mas vou ser sincera, a água cai tão forte que é muito difícil chegar até a queda. O poço tem 30 metros de diâmetro e chega a 6 metros de profundidade, mas às margens são mais rasas, devido as pedras.

Dentro do poço há vários peixes grandes e lindos. Você verá muitos piraputangas, piauis, dourados e outros peixes da região. E para enxergar melhor dentro d’água, o guia entrega óculos de mergulho quando entramos na cachoeira. Não deixem de colocá-los e dar uma espiada dentro da água. É muito lindo. Para aqueles que tem medo de peixes é só ficar mais ao meio do poço, pois eles ficam mais nas bordas do poço e principalmente perto do deck de madeira que dá acesso ao local. Mas eles ficam ali porque são bem espertinhos. Os guias normalmente dão pedacinhos de maça para eles ali. Então eles querem comida fácil na verdade. Tem quem indique não ir de esmalte vermelho nas mãos, porque os peixes podem se confundir e beliscar seus dedos. Só que teve meninas com essa cor nas unhas e não deu em nada, mas acho melhor não arriscar.

A cor da água é de impressionar a todos. Ela é muito transparente e com a incidência do sol, ela fica absurdamente azul. A temperatura da água é deliciosa, um pouco gelada, mas muito tranquila de entrar. Achei bem agradável. Tanto que ficaria bem mais tempo do que fiquei nela.

Como fomos em um dia movimentado, tivemos um tempo limite para entrar nela, que foi de aproximadamente 50 minutos. E eu acho isso muito pouco, ainda mais porque em um grupo de 12 mulheres, queremos tirar fotos de todas em várias poses e lugares, e depois aproveitar o lugar. Então achei um pouco correria. Outro fator que não gosto e sempre falo pra vocês é de usar colete salva vidas. Sei que é para segurança de todos, mas em minha opinião deveria ser opcional. Quem não sabe nadar, usa. Porque ficaríamos livres para mergulhar e nadar melhor pelo poço. Sem contar que acho nojento esses coletes que todo mundo usa, sua e ninguém nunca lavou.

Depois do tempo de permanência, voltamos pela mesma trilha que chegamos na cachoeira, até a casinha de madeira. Lá deixamos nossos coletes salva vidas e aqueles que não descerão de tirolesa, voltam a trilha tranquilamente com o guia. Já os que virão de tirolesa é só pegar seus equipamentos e se divertir. Eu ameeeeeei a tirolesa. Ela tem 700 metros de comprimento e depende do peso para dizer a duração, mas gira em torno de 50 segundos e pode chegar a 60 km/h. Vale lembrar que não pode descer de tirolesa pessoas com menos de 25 kg e com mais de 110 kg. E se você quer saber a altura dela… A parte mais alta tem 50 metros de altura. E na descida você tem um visual incrível do parque e da mata local.

Após isso você já estará perto da recepção. Então é só pegar seu carro e voltar. O passeio levou aproximadamente 3h e foi maravilhoso. Com certeza não podem deixar de fazer. E lembrem-se que é obrigatório apresentar o voucher e estar com o guia na entrada, para não terem problemas já fechem tudo com antecedência com a Pousada Bom Jardim que eles deixarão tudo organizado para vocês.

 

 

 

Mais Informações:

Cachoeira Serra Azul

Telefone: (65) 3102-2018 / (65) 99989-7968

E-mail: contato@pousadabomjardim.com

Site: Pousada Bom Jardim

Curtir isso:

Comments

comments


%d blogueiros gostam disto:

EMBARQUE NESSA VIAGEM!

EMBARQUE NESSA VIAGEM!

Receba os conteúdos e as novidades do blog em primeira mão no seu email e participe de promoções exclusivas!