Capão dos Palmitos

Sabe aquela cachoeira que você não dá nada, mas ao chegar se surpreende? Com certeza foi isso que aconteceu no Capão dos Palmitos.

O Capão dos Palmitos fica localizado dentro do Parque Nacional da Serra do Cipó. Quando chegamos na portaria do parque, fomos atendido por um funcionário super simpático que nos deu as diretrizes de como seria a trilha até o local. Ele apresentou o lugar com fotos e nos passou alguns dados da trilha, como duração, nível de dificuldade. Achei isso bem interessante, porque nunca havia algum parque nacional explicar tão bem. Vale ressaltar que não é preciso pagar nada para visitar o parque.

Fomos no período da tarde, então tínhamos que nos apressar para que o lugar não fechasse. O horário de funcionamento do parque é das 08h às 18h, mas só pode entrar até às 17h. Muitas pessoas desbravam o parque de bicicleta e super recomendo caso vá fazer outros pontos, mas não vi necessidade de estar com bike para conhecer o Capão dos Palmitos.

A trilha é bem sinalizada e pelo caminho há muitas placas indicativas. Ela é considerada uma trilha leve, mas confesso que eu a achei cansativa. Ela é extensa, 5km para chegar a cachoeira e 5km para voltar. Só que a ida é uma subida, não é ingrime. Mas parece que é uma subida que não tem fim. Se você for fazer, já vou te dar uma informação importante: quando estiverem fazendo a trilha e se depararem com um banco de madeira embaixo de uma árvore, fique tranquilo que a subida acabou e faltará menos de 1km.

Eu aconselho fazer a trilha de tênis, pois ela é toda formada por pedras e cascalhos. Então para terem firmeza e não escorregarem opte por sapato fechado. Outra informação que devo ressaltar, leve água e passe muito protetor solar. Boa parte da trilha é descampada, então será poucos momentos de sombra.

Ao chegarmos na cachoeira, chegamos pelo topo, que tem alguns poços pequenos para banho. Cuidado nesse local, pois é dali que desaba a cachoeira. À sua esquerda há uma pequena trilha que desce até a base da cachoeira. Uma descida tranquila e você chegará em um poço maior para banho e que te dá acesso a queda d’água. Com certeza foi um banho refrescante e delicioso. Levamos cerca de 03h30m para fazer toda trilha de ida e volta e curtir a cachoeira do Capão dos Palmitos.

Li alguns relatos de pessoas que foram ao local e a acharam sem graça e pequena. Eu achei ela muito linda e pelo contrário, me surpreendeu no tamanho. Fui achando que era uma pequena quedinha, pelo contrário a queda é bem alta e faz vários patamares. Sem contar que também formam hidromassagens naturais, deliciosas de ficar dentro.

 

Como chegar

Para acessá-lo é necessário ir até a Portaria 1 que fica em Santana do Riacho em Minas Gerais. Saindo de Santana do Riacho rumo a Belo Horizonte pela MG-010 há um momento que você passa uma ponte que só atravessa um carro por vez, logo após de cruzá-la, você entrará à esquerda. E depois é só seguir reto até o final dessa pista, cerca de 4km. Fique atento às placas de sinalização, elas não são como placas de trânsito e sim de madeira. Então fique de olho que achará o lugar para entrar.

 

Salve esse post no Pinterest!

Comments

comments

Deixe um comentário