Dicas para viajar de trem na Itália

Ao viajar para a Itália, muitas pessoas utilizam o trem para se locomover, já que esse é um meio de transporte rápido e com um preço mais em conta que outros tipos de locomoção, sem contar que tem ótimo custo-benefício. Dessa forma, tenho algumas dicas para quem irá utilizá-lo no país.

Sei que terá gente se perguntando “mas ele é o meio de transporte mais barato da Itália?”, não ele não é, com certeza o ônibus é mais barato. Todavia se formos pensar no custo-benefício, com certeza o trem é melhor, visto que os trajetos são feitos muito mais rápido e de maneira mais confortável que uma viagem de ônibus. Tem quem também falará que as passagens aéreas de low-cost pela Itália compensa e pode ser que financeiramente esteja certo essa afirmação, mas você terá que pensar que nelas não incluem bagagem e traslados até centros da cidade e normalmente as estações ferroviárias estão mais centralizadas. Então devem pensar em tudo isso antes de cogitarem qual transporte utilizar dentro da Itália.

Eu particularmente acho que o trem é o melhor meio de transporte para viajar dentro do país. Algumas regiões indicaria estarem de carro, mas se estiverem viajando em menos pessoas pode ficar mais caro, e se quiserem otimizar o tempo, o trem ainda será a melhor pedida, pois durante o trajeto você pode estar fazendo muitas coisas.

Então vamos as dicas? Ah, e antes de começar as dicas, já aviso que se comprarem antecipado o valor sai mais em conta do que na hora. Então tentem deixar visto isso, desde antes de embarcar. Já vi passagens que não alteraram muito o valor, mas tiveram passagens que o preço aumentou drasticamente. Na minha última ida ao país, deixava para comprar tudo um dia antes, ou até mesmo na hora e foi bem tranquilo e minha viagem foi maravilhosa. Só que confesso que saiu um pouco mais caro do que eu esperava.


Veja também: Passeios bate e volta saindo de Roma!


TIPOS DE TREM

Para viajarem de trem na Itália devem entender os tipos de trem, pois os preços mudam de acordo qual tipo você utilizará e as distâncias percorridas. São eles:

* Freccia ou Alta Velocitá (AV) – Esses são trens mais rápidos e mais confortáveis. Viaham de 180 a 250 km/h. Bom comprar a passagem com antecedência.

* Intercity (IC) – Trens intermediários, de média velocidade. Bom comprar a passagem com antecedência.

* Regionale (R) – Velocidade baixa, devido ir parando de cidade em cidade. O famoso pinga-pinga! Pode comprar na hora, o preço desses percursos não variam.

Obs.: Ás vezes o Trem Regionale é a única opção, então talvez não tem como escapar dele.

 

COMPANHIAS DE TREM

A linha ferroviária italiana possui apenas duas companhias. Essas são:

* Trenitalia – Principal companhia e cobre praticamente todo o país.

* Italo – Ela cobre as principais e maiores cidades da Itália, opera somente com trens de alta velocidade.


Veja também: O que fazer em Milão!


ONDE COMPRAR AS PASSAGENS

Você pode comprar suas passagens nas estações ferroviárias das cidades italianas, mas se atentem que em algumas há horários específicos de funcionamento. Então se estiver em um vilarejo, não deixe para ir à noite comprar um bilhete, que pode pegar o guichê fechado e o local sem máquinas.

O mais indicado é comprar diretamente nos sites das companhias: Trenitalia e Italo, ou então no site Trainline (esse possui passagens das duas e te oferece os melhores preços). O bom de escolherem essa última opção, é que ele tem a opção do idioma português, o que ajuda bastante, caso não domine outro idioma.


Veja também: 12 Pratos Típicos da Itália!


INFORMAÇÕES ESSENCIAIS 

Se forem comprar nas máquinas nas estações de trem, saibam que eles oferecem os serviços em três línguas: inglês, espanhol e italiano. Em algumas pode achar mais línguas para serem escolhidas, mas o tradicional são os três idiomas ditos anteriormente.

Por favor não aceitem ajuda de estranhos na hora de comprar os bilhetes. Há muitos batedores de carteira nesses locais, e tem até quem se passem por funcionários de companhias e depois pedem ajuda por ter te ajudado. Há relatos de que enquanto conversa com uma pessoa te ajudando, outro vem roubando sua mochila e você nem percebe. Então não peça ajuda. Caso tenha dúvidas de como fazer, vá ao guichê da companhia, ou no centro de informações ao turista.

Outra informação de extrema importância que devo dizer aqui para vocês, são sobre os trens regionais. Os bilhetes emitidos para esse tipo de trem não saem com horários determinados, dessa forma, você PRECISA (isso é OBRIGATÓRIO) validar o bilhete em uma máquina de validação, antes de embarcar. E por favor não jogue fora o bilhete até o fim do trajeto.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Durante sua viagem a probabilidade de vir um vigia, checando sua passagem e a carimbando é grande. Eu acredito que não teve nenhuma viagem que eu fiz no país que ele não passou. Então guarde sua viagem e por favor valide o bilhete antes de entrar. Já peguei o trem sem validar e ele me deu uma advertência, mas dizem que foi com a minha cara, porque na verdade ele devia ter me aplicado uma multa. Conheço pessoas que tiveram que pagar multa de € 100. Então não passe por isso, valide e guarde seu bilhete.

Nos trens regionais não há a marcação do assento e eles são por ordem de chegada, então pode ser que pegue um e vá em pé. Então chegue com antecedência, para garantir seu lugar. Agora se estiver um trem que já está no trajeto, você tentará a sorte com o lugar. Já os demais trens, normalmente possui assento marcado, garantindo o seu lugar.

Em nenhum serviço de trem na Itália, precisa fazer check-in, basta ir a local e entrar em seu trem. Na verdade em algumas estações precisam apenas mostrar aos policiais de controle que possuem passagem, mas entrar no trem correto é com você. Tem muitas histórias de quem pegou trem errado e foi parar em outro lugar. Então não chegue na estação em cima da hora, vá com um tempinho para se programarem, ainda mais se for sua primeira viagem de trem.


Veja também: As melhores sorveterias de Roma!


Geralmente a plataforma (na Itália a chamam de binario) é anunciado com aproximadamente meia hora antes da partida. Então se chegar antes disso talvez não saberá em que plataforma o trem vai estar. Fique atento aos painéis da estação que mostra todos os horários de chegadas (arrivi) e partidas (partenze). Então só olhar para o painel “partenze” e verigicar o horário de partida pelo número do trem que consta no seu bilhete.

Se você comprou passagem de assento marcado, fique atento para embarcarem e sentarem no vagão correto, esses são chamados de carrozza. Já indico entrarem pelo vagão correto, mas saiba que eles se ligam internamente e se estiver em cima da hora, entre no primeiro e vá andando até o seu vagão.

Dica: Se estiver viajando com malas muito grandes, chegue com antecedência, pois a capacidade disponibilizada por vagões não é muito grande, e coloca quem chegar primeiro. Já as bagagens menores, há compartimentos acima dos assentos.

 

Depois de todas essas informações, vocês já estão prontos e preparados para viajarem de trem pela Itália. Então boa viagem e me contem por quais cidades italianas, vocês viajaram, ok?


Dica para viagem internacional: SEGURO VIAGEM É IMPORTANTE. Então adquira o Seguros Promo com meu código de 5% de desconto (CHAPINHANAMALA5) e não passe apuros se algo acontecer. Além do mais, nunca esperamos o pior, mas é sempre bom estarmos preparados, não é mesmo? E para entenderem qual a necessidade de ter um seguro viagem, entrem aqui.

Comments

comments

Deixe um comentário