Doces portugueses que você precisa experimentar

Sempre faço posts falando sobre delícias de várias partes do mundo e claro que eu não poderia deixar de escrever sobre os doces portugueses que você precisa experimentar, não é mesmo?

Quando fui para o Porto, juro que por quase todas as ruas em que andei eu vi padarias ou cafés ou delicatesses ou qualquer outro estabelecimento vendendo doces. E claro que comi vários tipos e em vários lugares, um fato que engordei. Agora vou ser sincera, esse post infelizmente não será a alegria dos veganos de plantão, porque eles usam ovo em quase todas as receitas. Então vamos conferir quais doces portugueses que você precisa experimentar em Portugal.

 

Pastel de Belém

O Pastel de Belém na verdade é o pastelzinho de nata e só de começar a escrever já me deu água na boca. Onde posso comprar minha passagem para chegar em Portugal amanhã e comer um desses? Bem que poderia ser fácil assim. Mas vou contar um pouco sobre a história desse doce delicioso. No século XIX, após a Revolução Liberal muitos conventos foram fechados e expulsaram o clero e seus trabalhadores. Com isso o Mosteiro dos Jerónimos que era localizado em Belém começou a fazer um doce para sobreviver. E assim surgiu o Pastel de Belém. Com o tempo ele ficou conhecido e muito requisitado. Então em 1837 o pastelzinho começou a ser fabricado seguindo a receita original do mosteiro, que é mantida até hoje. Mas como é o doce? O doce é feito com uma massa folhada e tem um recheio feito com nata adocicada.

 

Travesseiro de Sintra

Na Vila de Sintra você poderá encontrar um doce maravilhoso chamado de Travesseiro de Sintra ou Travesseiro da Piriquita. Esse doce surgiu por volta de 1940 quando a neta da Casa das Queijadas da Piriquita resolveu aprimorar os doces servidos e foi muito bem aceito pela sociedade. O doce é feito de massa folhada em que em seu topo vem uma cobertura de açúcar de confeiteiro e dentro tem um recheio de creme de ovos e amêndoas.

 

Salame de Chocolate

Você encontrará o Salame de Chocolate por vários lugares de Portugal. Não há uma região específica que vende eles, na verdade o país inteiro fornece esse doce. Para vocês entenderem, esse salame lembra o nosso salame no formato, mas ao invés de carne ele é feito de chocolate e bolachas. Dizem que essa receita veio através do Salame de Cioccolato Italiano, só que ela foi modificada e conta com um pouco de vinho do porto.

 

Ovos Moles de Aveiro

Esse doce é tradicional da cidade de Aveiro. Ele surgiu com as freiras de conventos da região no século XIX. Essas mulheres como forma de aproveitar a gema do ovo, já que elas vinham sendo desperdiçadas, fizeram esse doce. O doce caiu no gosto das pessoas e ficou famoso. O mesmo consistem em uma massa feita com gema de ovo, açúcar e água, isso envolvido em uma película de pão que se assemelha a hóstia. Uma curiosidade sobre o doce é que ele só pode ser produzido na região e tem até leis que controlam regras sobre o feitio do doce. Então chegando em Aveiro, já procurem essa delícia.

 

Areias de Cascais

Eu achei a textura desse doce meio estranha, ele esfarelava na minha boca ao comer. Mas essa é a intenção, se assemelhar a areia. Só que não pensem que o sabor é ruim, pelo contrário é divino. O doce lembra um pãozinho amanteigado, que conta com nata na massa e coberto com açúcar. Vi também com coco ralado, mas o que experimentei era só no açúcar. Também há derivações feitas de limão, baunilha e alguns sabores suaves. Esse bolinho amanteigado surgiu no século XIX na vila de Cascais. Todavia a primeira receita escrita foi datada em 1933. Não se sabe ao certo como o doce surgiu, só que eles são deliciosos.

 

Bola de Berlim

Através de famílias judaicas que fugiram de Berlim na Alemanha durante a Segunda Guerra Mundial, surgiram as Bolas de Berlim. É uma receita alemã chamada na Alemanha de Berlinesa, mas em Portugal ela sofreu algumas alterações. Na receita original utiliza-se frutas vermelhas, mas em Portugal usa-se a boa nata no creme de pasteleiro português.

 

Torta de Azeitão

Se nunca ouviu falar de Azeitão, irei explicar. Essa é uma vila próxima ao Rio Tejo que é conhecida por sua grande produção de vinho e por seu doce saboroso. Para entenderem esse doce, precisarei falar sobre mais uma coisa, as nossas tortas no Brasil são chamadas de tartes em Portugal e lá “torta” é igual ao nosso rocambole. Então o doce é um rocambole feito à base de ovos, açúcar e água. Todavia contam com um toque de canela ou de limão.

 

 

Curtir isso:

Comments

comments


%d blogueiros gostam disto:

EMBARQUE NESSA VIAGEM!

EMBARQUE NESSA VIAGEM!

Receba os conteúdos e as novidades do blog em primeira mão no seu email e participe de promoções exclusivas!