Festivais culturais pelo mundo

Você é aquela pessoa que ama um festival de música? Adora conhecer pelo mundo ou pelo Brasil essas festas? Se for, esse post é para você.

No Brasil estamos acostumados com Loolapalooza, Rock in Rio, João Rock, Universo Paralelo e alguns outros. Todavia pelo mundo há muitos outros festivais maravilhosos para se conhecer. E não é só a música que atrai os visitantes, mas a estrutura, local em que o mesmo acontece, história envolvida e muita cultura. Alguns tem um significado para a comunidade que ele pertence. Eu particularmente adoro conhecer esses lugares, acho que são experiências únicas e que sempre vamos nos lembrar.

Antes de iniciar minha lista, vou começar a falar sobre o maior festival brasileiro. Sou apaixonada pelo carnaval e sei que não é um evento fechado e sim uma festa que abrange diversas cidades e pode ser pública ou privada as festas. Esse exemplo foi só para entenderem que aqui não verão somente festas, mas sim celebrações que giram uma sociedade. Dessa maneira, quis trazer alguns festivais pelo mundo para vocês conhecerem e ficarem com um poco de vontade de ir até lá.

 

Holi Festival – Índia

Esse é um dos festivais mais famoso do mundo e dele foi derivado diversas versões em vários lugares pelo mundo. Eu mesmo já fui em um da minha cidade e o melhor é que a diversão é garantida. A festa original ocorre em Mumbai na Índia e celebra o início da primavera. No país a entrada dessa estação acontece no final de fevereiro, então a festa sempre acontece entre essa data e início de março. Na cidade as pessoas vão às ruas, com muita música dançam e se divertem. E durante toda a festa elas lançam pó colorido no ar e um nos outros, deixando tudo ainda mais colorido. É uma festa familiar, que também envolvem troca de doces entre aqueles que estão comemorando.

 

Festival de Esculturas de Gelo e Neve – China

Em Harbin na China acontece desde 1963 esse festival. Normalmente a festa se inicia no dia 05 de janeiro e tem duração de 30 dias. Só que a preparação começa bem antes, com a montagem das esculturas de gelo e se o clima permitir ela se estende mais do que o período mencionado acima. Pela cidade ficam dispostas várias esculturas, porém há duas áreas oficiais: a Ilha do Sol (local de recreação com esculturas de neve) e o Mundo do Gelo e Neve (local com edifícios iluminados em vários tamanhos, alguns em tamanho real, sendo todos feitos em bloco de gelo).

 

Dia dos Mortos – México

O Día de Los Muertos é comemorado em todo o México no dia de finados, 02 de novembro. Essa festa acontece desde os europeus chegarem na América e atualmente é considerado um Patrimônio Imaterial da Humanidade da UNESCO. A data em que a festa acontece de acordo a tradição é dita como um dia em que os mortos tem permissão divina de visitar parentes e amigos, então podem se juntar a festa que acontece. Pelas ruas das cidades mexicanas vocês verão pessoas trajadas de “caveira mexicana” ou “morte” e muita decoração. As casas utilizam flores, velas, incensos e outras peças que amedrontam no início, mas depois conquistam a todos. Um festival que envolve muita fantasia e maquiagem, sem contar em uma cultura fascinante.

 

Oktoberfest – Alemanha

Acredito que todos que estão lendo esse post já ouviram falar sobre esse festival. Porque há diversas versões dele pelo mundo. No Brasil mesmo a maior versão acontece em Blumenau, Santa Catarina e atrai muitos visitantes. Então agora pensem no festival original., com certeza deve ser deslumbrante. A festa original que acontece na Alemanha, ocorre na cidade de Munique e começou a ser celebrada em 1814 após o Rei Ludwig I realizar uma festa para celebrar seu casamento. Atualmente a festa começa no primeiro sábado depois do meio de setembro e dura até o primeiro domingo de outubro. Ela reúne mais de seus milhões de pessoas de diversas partes do mundo para apreciarem ótimas cervejas.

 

La Tomatina – Espanha

Sei que muitos nunca ouviram falar nesse festival. Ele acontece na última quarta feira de agosto em Buñol na Espanha no período da manhã. Na tradição do festival, entram na cidade vários caminhões e espalham vários tomates pelas ruas. Depois disso as pessoas vão às ruas e começa uma gigantesca guerra de tomates. Em alguns lugares da cidade vocês irão encontrar mangueiras para se lavar, mas indico a fazerem isso só no final da festa, porque com certeza irão se sujar muito. Mas não pense que é só chegar lá e sair jogando tomate, na verdade é, mas tem algumas recomendações dadas pela prefeitura, como: levar óculos de natação para proteger os olhos, usar roupas velhas e amassar o tomate antes de jogá-lo para não machucar ninguém.

 

Saint Patrick´s Day – Irlanda

Na verdade o Saint Patrick´s Day é um feriado nacional irlandês que acontece na data de 17 de março. Ele comemora o padroeiro do país, São Patrício. A festa é tradicional no país, mas também se tornou comemorada em alguns outros locais do mundo, como Inglaterra, Escócia, Nova York, etc. Para comemorar o santo, as pessoas vão para às ruas da cidade, caminham e dançam com muita música, sem contar que há muita cerveja e bebida envolvida. Outro item importante da comemoração é utilizarem roupas da cor do país, ou seja, o verde. Até existe uma brincadeira que diz que quem não estiver utilizando alguma peça verde, tem que ser muito beliscado.

 

Mardi Gras – Estados Unidos da América

O Mardi Gras na realidade é francês, mas o maior deles acontece em New Orleans nos EUA. Ele acontece na terça feira de carnaval em que marca o último dia antes da quaresma. Com isso, as pessoas esbanjam de tudo, há fartura e esbórnia em tudo que fazem. O festival se assemelha ao nosso carnaval de rua, com muita música e cor envolvida. Só que existem cores oficiais: roxo, verde e dourado. Essas possuem um significado, justiça, fé e poder, respectivamente. Outro elemento interessante é que a festa tem um lema envolvido “Deixe os bons tempos rolarem”.

 

White Nights Festival – Rússia

Em São Petersburgo na Rússia acontece um festival que envolve ballet, ópera e música. Esse acontece entre o fim de maio e meados de julho. Iniciou em 1993 e perdura até os dias de hoje. Grande parte da programação é privada e se passam em lugares fechados, todavia há muitas pessoas que vão às ruas comemorar. A apresentação mais popular é a Scarlet Sails (show de fogos de artifício, música e apresentação aquática).

 

Fallas – Espanha

Em Valência na Espanha por volta do dia 19 de março acontece a festa chamada Fallas. Essa iniciou com a queima de restos de uma oficina de carpintaria da cidade e a cultura continua até hoje. Na data, a comunidade vai à rua e queimam diversas peças de madeiras, as “Fallas”. Eles a queimam no último dia de festa, sendo essa apresentação chamada de “la cremà”. Esse ato de atear fogo, tem um dignificado cultural forte que envolve sátira política e traços da história local.

 

Up Helly Aa – Escócia

Eu considero muito interessante esse festival, já que ele é formado por uma série de festivais de fogo. Acontece nas ilhas Shetland na Escócia durante o inverno. Ele tem o objetivo de celebrar a cultura viking local. A comemoração acontece em várias partes das ilhas, com muitas fogueiras e tochas de fogo. O mais popular é realizado em Lerwick na última terça feira de janeiro.  O que irá acontecer na festa é segredo absoluto, até o momento de comemoração. E durante a apresentação um “governador viking” carrega uma tocha de fogo e ateia em uma embarcação viking.

 

Festival de Lama – Coréia do Sul

Durante o mês de julho, a cidade de Boryeong atrai mais de dois milhões de visitantes. Esses vão à cidade para participarem de um grande festival de lama. A festa começou como propaganda de cosméticos ricos em minerais. Com o passar do tempo, isso acabou sendo deixado de lado e virou uma tradição da região. Claro que ainda há melhoria na pele, já que você praticamente toma um banho de lama.

 

Parada de Orgulho LGBT – Holanda

Essa parada é um dos eventos mais famosos do mundo. Ele celebra liberdade e diversidade. Não fazem apenas uma marcha por direitos, mas mostram o poder da sociedade LGBT. Ela acontece entre o fim de julho e começo de agosto. Sua duração é de um dia, mas muitas pessoas vão às ruas para festejar. O que a difere das demais paradas, é que elas utilizam dos canais de Amsterdã para desfilar barcos coloridos e com muita música.

 

Noite em Branco – França

Esse festival conta com um objetivo lindo: levar a criação artística atual aos cidadãos e convidar todos a emergirem em um intercâmbio de experiências. A Noite em Branco acontece em Paris e dispõe de muitos eventos gratuitos para a sociedade aproveitar. Em muitas partes do mundo reproduzem a festa, no Brasil ela leva o nome de Virada Cultural. Um festival lindo que faz com que as pessoas entrem em contato com a vida artística e a cultura mundial. Esse evento acontece anualmente em meados de outubro na capital francesa.

 

Burning Man – Estados Unidos da América

Acredito que seja um dos menores festivais em que irei citar, mas um dos mais interessantes em minha opinião. Ele acontece no mês de agosto de todo ano no estado de Nevada. A festa acontece no meio do deserto americano e recebe muitos visitantes. Nas imediações não há muita infraestrutura, fazendo com que os visitantes levem tudo, como alimentação e água. Durante a festa que acontece a céu aberto, as pessoas se envolvem com a cultura. É um festival de música e aprendizado, sem contar em carros alegóricos e fantasias que são utilizadas. Os organizadores do evento montam diversas esculturas gigantes de madeira, cada uma com um significado e no último dia do evento essas são queimadas.

 

Curtir isso:

Comments

comments


%d blogueiros gostam disto:

EMBARQUE NESSA VIAGEM!

EMBARQUE NESSA VIAGEM!

Receba os conteúdos e as novidades do blog em primeira mão no seu email e participe de promoções exclusivas!