Fuja das atrações turísticas: ideias diferentes para fazer em suas viagens!

Sim é possível ter preguiça de viajar, acreditam? Nem todo mundo gosta de conhecer atrações turísticas quando viajam, muitos as acham movimentadas e só de pensar em enfrentar uma fila já desanimam. Com isso separei algumas atividades que vocês podem fazer em seus destinos que fogem dos polos turísticos.

Se você entrou nesse post por curiosidade, mas gosta também de visitar os pontos mais conhecidos da cidade, fique tranquilo, ele também pode ser para você. Não é só porque você gosta de ir em todos os pontos que não podem seguir minhas dicas, na verdade eu mesma conciliaria e tentaria fazer tudo. Afinal essas atividades te mostram um pouco da vida real das cidades e do comportamento dos cidadãos que moram no local. Então vamos lá e espero que gostem:

 

Piqueniques

Podem achar estranho ao ler piquenique, porque essa atividade não está no dia a dia do brasileiro. Todavia em muitos países da Europa você vê diariamente uma grande quantia de pessoas fazendo. E me diz se tem algo melhor do que passar no mercado, comprar alguns quitutes e bebidinhas, e ir para um parque ou algum lugar que traga paz. Ficar sem preocupações, olhando a natureza ou a vida urbana em volta. E não pensem que precisam estar acompanhados, porque é possível ir até mesmo sozinho e ter um momento com você mesmo. Agora se tiver em uma galera, faz o dia ser ainda mais divertido e contagiante.

 

Cursos 

Sei que você deve estar me achando louca de falar cursos, mas não é bem assim. Há muitos cursos que vocês podem fazer enquanto estiverem explorando um lugar diferente e não precisam ser cursos cansativos e que ficará lendo livros e mais livros. O mais legal são aquelas oficinas que te envolvem com algo da cultura com o local que está. Um exemplo são os cursos de culinária, isso mesmo, existem cursos para aprenderem a fazer pratos japoneses, como sushi, sashimi e muito mais no Japão. Outro exemplo, em Milão há oficinas de design de moda que podem ser feito. Claro que vou dar mais exemplos, só para vocês verem que pode ser uma experiência maravilhosa. Que tal um cursos de vinhos e depois saber diferenciá-los, ou um curso de fotografias e sair registrando momentos mágicos. São inúmeros cursos em que podem fazer em um destino, pesquise os que estarão acontecendo e escolha.

Não poderia deixar de falar de um dos cursos mais requisitados quando se vai para outro país, o curso de línguas. Com certeza um curso útil e que você se conectará com o idioma local da melhor forma possível. Então porque não fazerem um intercâmbio e aprenderem outros idiomas?!

 

Mercados

Eu sou completamente apaixonada por mercados locais. Praticamente toda cidade que vou, tento conhecer pelo menos um mercado típico. Também gosto de entrar em mercados normais e olhar os preços e produtos, mas andar pelos mercados tradicionais é algo que te imerge na cultura do destino onde está. Sempre fui da definição que um mercado local mostra realmente a cidade em que visita, lá você pode encontrar diversas coisa, como pratos típicos, souvenires, artesanatos, produtos do dia a dia do cidadão daquela cidade, flores, especiarias e muito mais. Sei que alguns mercados atualmente ficam lotados de turistas, mas não são todos que são pontos turísticos, então busquem conhecê-los.

 

Festivais Tradicionais

Imaginem sua viagem coincidir com a Oktober Fest na Alemanha? Ou com o Carnaval em Salvador? Sei que muitas vezes essas escolhas são propositais e não mera coincidência. Só que algumas vezes o destino que você vai tem um festival não tão conhecido acontecendo e você o descobre, se envolve e se encanta mais ainda. Um exemplo, estava em Londres e aconteceu o Jubilee Festival, era um festival de 60 anos da Rainha Elizabeth no poder e claro que eu fui. Então pesquisem um pouco mais sobre o destino que você vai, pois nele pode acontecer algo diferente e inusitado, ou pelo menos um pequeno festival gastronômico que vale a pena a visita. Só por curiosidade, a foto que coloquei é do Festival da Uva em Caxias do Sul.

 

Eventos Culturais

Um conselho que vou dar a vocês é para toda vez que forem viajar, pesquisarem a agenda cultural da cidade e das cidades vizinhas. Em muitos lugares podem estar acontecendo uma festa, uma apresentação musical de uma banda que gosta, uma exposição de algum artista que lhe agrade e muitas outras opções. Sem contar que em alguns destinos acontecem muitos espetáculos teatrais, como peças ou musicais. Eu sempre pego de exemplo Londres, há muitos musicais acontecendo todas as noites na cidade, então acho inadmissível ir embora da cidade, sem assistir pelo menos um.

Algo bem legal que podem fazer em outros destinos é simplesmente irem ao cinema. Sei que muitos devem estar pensando “cinema eu vou na minha cidade” e pode ser verdade, só que é interessante ver como funciona os cinemas em outros lugares do mundo. Outra atividade que acho de muita importância fazerem é irem em uma livraria e/ou biblioteca. Algumas são históricas e todas ornamentadas, outras modernas e cleans. Então acredito que tenham que conhecê-las e apreciar um pouco desses lugares lindos.

 

Restaurantes e Bares

Não são todos os viajantes que fazem um turismo gastronômico, ainda mais se forem em lugares locais. Então façam uma listinha de restaurantes e pratos locais que querem experimentar no destino. Também incluam bares para visitar e passar o tempo, bebidas que querem experimentar. E vão pulando e mudando de um barzinho a outro e vendo qual te agrada mais. Tentem conhecer os estabelecimentos e apreciar as delícias de cada um dele.

 

Passeios Alternativos

Existem diversos passeios alternativos a serem feitos em um destino, como traçar uma rota pelos grafites mais interessantes de São Paulo, ou até mesmo de NY. Dá para fazer uma rota de bicicleta indo em vários pontos de uma cidade. Ou até mesmo andar por determinados lugares sem rumo até encontrar algo em que gosta. Agora um passeio alternativo que gosto muito de fazer são os free walking tours. Nesses uma pessoa que sabe sobre a história local acompanha várias pessoas por determinados pontos da cidade, vai explicando e contando sobre a história dos lugares por onde passa. Acho o máximo fazê-los, porque você faz tudo a pé e conhecem outras pessoas.

 

Como eu disse no começo do post não é para não conhecerem os pontos turísticos, mas sim para terem outras opções se não gostam ou querem conhecer um pouco mais da cultura local do destino que está viajando.

 

Salve esse post no Pinterest!

 

Comments

comments

Deixe um comentário