Ilha Tour

Se está indo para Noronha pela primeira vez, o passeio que mais indico fazerem e de preferência no primeiro dia na ilha é o “Ilha Tour”.

Esse é um passeio que consiste em te mostrar rapidamente várias partes da ilha e com isso você conseguirá definir qual os locais que mais gostou, para voltar com calma depois. Também é o passeio que eu mais indico para aqueles que terão pouco tempo na ilha, pois se tem uma visão ampla de diversos pontos. E é claro que vou explicar mais detalhado esse passeio e já te deixar apaixonado pelo lugar.

Praticamente todas as agências da cidade fazem esse passeio, então é só chegarem e escolherem uma com calma e que sentirem confiança. O preço em média desse passeio é de R$ 250,00 por pessoa. Podem achar salgado, mas eu achei que valeu cada centavo. O passeio começa com eles pegando vocês em seu lugar de hospedagem aproximadamente às 08h. Isso mesmo o passeio levará o dia inteiro e você irá regressar somente à noite.

A primeira parada é o Buraco da Raquel e a Praia da Caieira. Ali o guia começou a contar sobre a história de Noronha e deixou um tempo para fotos. Não descemos até a Praia da Caieira, simplesmente a vemos de longe. Isso, devido ela ser uma área de proteção para tubarões e que os mesmos usam para reprodução. Sim é possível avistar de cima, alguns tubarões e já vai ser seu primeiro encanto com a vida marinha de Noronha.

Em frente a esses pontos fica o Museu do Tubarão, mas como fomos bem cedinho, o local ainda não estava aberto (motivo para voltarmos depois). Bem pertinho do local, fica o Porto, ali paramos no letreiro da ilha. E passeamos pela região. Na verdade não muito, porque a chuva começou e já fomos até nossa próxima parada.

Cruzamos a BR-363, chegando até a Baía de Sueste. Essa praia fica no mar de fora da ilha, voltado sentido à África. Com a chuva, o mar estava bem mexido, então não estava com a cor tão azulada, como normalmente vemos. Mas confirmo que a água era absurdamente CRISTALINA. No Sueste, passamos pela comprovações de documentações exigidas na ilha e depois já estávamos liberados para explorar o lugar.

A praia ali é divida com boias, na lateral direita da praia só é permitido entrar de colete salva vidas. Então INDICO MUITO, levarem colete e snorkel. Na verdade Snorkel é algo que usará muito, todos os dias em Noronha, lá tem vários lugares que alugam, mas se tiverem, levem o de vocês.

Já na parte central é possível entrar sem colete salva vidas, mas deixo a dica de não adentrarem muito. E no extremo esquerdo a entrada é PROIBIDA. Outra dica é que se estiverem com crianças, já deixem eles bem cientes que a qualquer momento vocês verão alguns bichinhos lindos ali, ou seja, tem muitos tubarões. Em um momento que eu mal tinha entrado e estava só tirando fotos no raso, já veio um “Caçãozinho” ao meu lado. Sim, eu gritei e saí correndo, morrendo de medo. Alías, nunca tinha visto tão perto um tubarão, sem proteção alguma. Somente em aquários.

Sei que nesse momento, tem gente se perguntando “Fernanda, mas é seguro?”. Pessoal a ilha não tem relatos de ataques faz muito tempo e foram poucos que aconteceram. Sem contar que esses que ocorreram foi devido as pessoas provocarem os animais, como abraçá-los e querer tirar fotos lado a lado com “pau de selfie”. Tanto que depois do ocorrido é proibido entrar em qualquer praia de Noronha com “pau de selfie”.

Então, SIMMMMMMMMMMM, vale muito à pena entrarem nas praias de Noronha e por favor não deixem de entrar na Baía do Sueste. Claro que fomos no extremo direito, onde podia entrar com colete. Ali não podem colocar os pés no chão e só é permitido a flutuação. Pois no solo, está repleto de corais e não podem pisar para não prejudicá-los. Fui entrando devagarzinho e com calma, pois estava com medo de dar de cara com um tubarão gigante, mas na verdade dei de cara com muitos e muitos peixinhos. Ali eu vi tartarugas, lagostas, peixes e sim mais tubarão. Dessa vez, ele não era pequenininho, ele devia ter uns 2 metros de comprimento, mas Graças a Deus, ele nem deu bola para mim. E na hora que eu o vi, disparei para o lado contrário de tanto medo. HAHAHAHA

Ficamos nessa praia mais de uma hora e depois nos juntamos ao nosso grupo, demos uma passada pelo Mirante da Praia do Leão, que foi uma parada somente de observação de uma ilhota com formato de Leão Marinho. Logo depois seguimos até o almoço que foi no Forno Noronha, um lugar agradável com uma comida saborosa, eu fiquei no arroz, feijão, salada e batata frita e o Vinicius pediu Parmegiana e amou (fica a dica), só que demorou BASTANTE. Após o almoço seguimos para a Praia da Cacimba do Padre. Nesse momento do dia, o céu já estava aberto e a água estava muito azul, uma das mais azuis que eu já vi na minha vida. Algo surreal de ser visto. Nessa praia fica o Morro Dois Irmãos, principal cartão postal da ilha. O mar nesse momento estava super calmo e delicioso para se banhar.

No canto esquerdo da praia há uma trilha, ela se chama Trilha Costa Esmeralda. Ela liga a Praia da Cacimba do Padre a Baía dos Porcos. Uma trilha de 10 minutos, super fácil de ser feita e é possível ir com crianças. Durante a trilha tem uma paradinha que você pode tirar fotos incríveis tanto voltado para a baía, quanto para o Morro Dois Irmãos.  Não deixe de parar ali.

A Baía dos Porcos, para mim é a PRAIA MAIS BONITA DO BRASIL. Eu me apaixonei por ela e achei ela incrível. Ela é bem pequenininha e ao seu redor há várias formações rochosas que formam piscinas naturais. Algumas dessas não podem adentrar e estão ali apenas para observação. Mas o mar da baía, você pode abusar e não deixe de entrar usando snorkel, pois tem peixinhos para todo lado e algumas raias também. Se você não me conhece muito bem, você não deve saber que o animal que eu mais tenho pânico na vida são as raias, então eu quase infartei algumas vezes ali. Pelo menos todas as vezes que as vi ali elas estavam bem no fundo do mar e eram em partes que não davam pé, ou seja, estavam distantes.

Confesso que durante o passeio da Ilha Tour, mal tivemos tempo de um mergulho na baía, pois a parada foi rápida e acabamos priorizando entrar na Cacimba do Padre. Mas tivemos a certeza de que deveríamos voltar até o local em outro dia e aproveitar ele com calma.

Depois dessa parada seguimos até o Parque Marinho (entrada da famosa Praia do Sancho). Fizemos o caminho até o Mirante da Cacimba, nesse é possível ter uma vista espetacular da Baía dos Porcos, dos Dois Irmãos e do Morro do Pico.  Como esse passeio é bem corrido, não tivemos tempo de descer na Praia do Sancho, nós optamos em conhecer outro mirante ao invés de descer e passar pouco tempo. Então seguimos até o Mirante da Praia do Bode. Ele fica entre a Praia do Bode e a Praia do Americano. Dali tivemos mais uma vista espetacular dessas praias e foi um momento marcante para mim. Pois do alto do morro, conseguíamos ver sombras de animais que estavam nadando por ali. Vimos tubarões, raias e tartarugas, mas o que me marcou foi ver o tubarão atrás da tartaruga. Não vi se ele conseguiu, pois saíram da nossa área de visão, mas torcemos para que a tartaruga tenha se salvado.

Para finalizar o dia nossa última parada, foi para ver o pôr do sol e o melhor ponto da ilha para assistir o fenômeno é no Mirante do Boldró. Lá tem até música ao vivo para deixar o clima mais agradável. Escolhemos um cantinho e esperamos o sol se pôr. Assim acabou nosso Ilha Tour, um passeio que indico muito fazerem, confesso que ele é corrido, mas mostrou diversos lugares que ficamos com vontade de voltar para explorar com calma. Então, não deixem de fazê-lo.

 

Comments

comments

Deixe um comentário