Praia do Leme

Quando nós decidimos ir para a cidade maravilhosa sempre fica a duvida de onde se hospedar por lá, ou em qual praia visitar. Com isso venho dar uma dica de praia e bairro na zona sul do Rio de Janeiro, que eu nunca tinha ido e amei muito, o Leme.

O Leme é o nome do bairro e a praia leva o seu nome. Ela fica ao lado esquerdo da Praia de Copacabana, muitos não sabem nem que acabou Copacabana e já começou outro bairro. Todavia após que cruza a Avenida Princesa Isabel o bairro e a praia muda. Ela se estende até chegar no morro onde está o Forte de Duque de Caxias.

Aliás dica que precisam fazer enquanto estiverem por lá é irem andando até o pé do morro, pois ali fica a Mureta do Leme. Dali de cima você poderá ter uma vista linda não só da Praia do Leme, mas também da de Copacabana inteira. Quando você vai chegando na mureta além de ter uma academia ao ar livre, possui também vários quiosques que atuam como restaurante e bares. Vale muito a pena parar em um e apreciar a vista. Só que se seguirem andando pelo cantinho do morro, vocês verão como se fosse um mirante com uma mureta. É um ótimo lugar para passar o tempo, para caminhar, ir de bike (às vezes precisa deixar a bike no começo e andar, pois pode ter muitas pessoas) e para pescar. Isso mesmo, você leu corretamente, ali é um ponto de pesca. E essa parte é chamada e conhecida de Caminho dos Pescadores.

Quando estava caminhando em direção ao local, comecei a reparar que tinha um grande numero de varas de pesca. A principio eu achei que estava vendo coisas e falei claro que não estão pescando nesse local e quanto mais perto eu chegava mais varas eu conseguia ver com facilidade. Claro que fiquei na curiosidade e perguntei à um pescador se realmente ele pegava peixe ali. E a resposta dele foi “Pego sim e não é pouco peixe não, só que hoje o mar está muito claro e aí dificultará um pouco para pegar. Quanto mais mexido o mar, melhor para pegar e muitos preferem vir à noite, mas eu não gosto de ficar muito não. Depois da meia noite vêm uns jovens que só faz arruaça”. Ainda estou incrédula com essa informação, não fiquei lá até ver ele pegar um peixei. Passeei pelo local até seu fim e fiquei sentada próxima aos bares contemplando a vista. Só que ele também me disse alguns tipos de peixes e mariscos que saem mais no local, como lula, peixe espada, Xereletes, Marimbás, Cocorócas, Enchovetas Sardinha e principalmente o Peixe olho de cão. Então se você gosta de uma pescaria, vai até a Mureta. Dizem que lá pega sem erro, só que se as ondas estiverem fortes, cuidado. Pois é o dia que a sua briga não será com o anzol do lado, mas com os surfistas nas águas.

A Praia do Leme possui uma água clarinha e limpa, o mar normalmente não é tão agitado, mas há épocas com ondas um pouco mais forte. Porém continua tranquilo para crianças entrarem no rasinho. A extensão da praia é de aproximadamente 1km e sua areia é branca e fofinha. Realmente um lugar tranquilo e gostoso de ir, sem contar que há muitas quadras de areia (futebol, vôlei, etc.). Também possui coqueiros no começo da mesma que favorecem para a prática de Slackline.

O calçadão do Leme continua com as mesmas ondas estampadas que o de Copacabana, coma  ciclovia e também possui diversos quiosques para que você possa comer ou beber algo. Do outro lado da Avenida Atlântica há mais diversas opções de restaurantes, hotéis, mercados e muitos apartamentos residenciais, sendo esses que predominam.

Tanto a Avenida Atlântica quanto as outras ruas e avenidas do bairro são super tranquilas. Muitos tem medo de ficarem nessa região devido no Leme estar situado o Morro da Babilônia, mas desde o começo da ladeira de entrada há muitos policiais e eles mesmos dizem que o local não é perigoso e que a comunidade é solicita. O comércio no bairro é forte e tem praticamente tudo que você precisar. Minha dica é você ainda virar na ladeira e comprar o açaí no primeiro bar ali, é bem mais barato do que nas tradicionais ruas e avenidas do bairro.

Para os mais aventureiros neste morro há uma trilha conhecida como Trilha do Morro da Babilônia. Nesta você pode subir a pé desde o começo ou começar já pulando uma parte e pagar aproximadamente R$ 3,00 e subir de Moto Táxi até o inicio da trilha. Eu não tive a oportunidade de fazer, falta de tempo e também por não gostar de fazer trilhas sozinhas, mas dizem que a mesma é muito sinalizada e possui uma vista incrível para vários cenários do Rio de Janeiro.

Eu adorei ficar hospedada ali e passar alguns dias no Leme, pois não achei tão cheios de turistas como Copacabana possui e achei a praia tranquila e gostosa. Você percebe que são mais moradores, já que no bairro conta com uma população de mais de 15 mil habitantes e não senti medo em nenhum momento.

 

Salve esse post no Pinterest!

Comments

comments

Deixe um comentário