Trilha dos Escravos

Uma atração gratuita e diferente a ser feita na Serra do Cipó é a Trilha dos Escravos.

Alguns quilômetros após a entrada da Cachoeira Véu da Noiva você verá na estrada um recuo em que carros podem parar (MG-010, km100). Saiba que está no lugar certo para começar uma trilha diferente e com visual maravilhoso.

A Trilha dos Escravos possui extensão de pouco mais de 2km. Mas não ache que ela é fácil, por ela ser curta. Eu praticamente não aguentei e tive que parar MUITAS vezes no caminho. Ela é muito ingrime e ir de tênis será a melhor coisa que poderá fazer. Ela é formada por pedras, estilo “ruas pé de moleque”. Então para torcer o pé é fácil, ou seja, vá devagar e cuidado pela trilha.

Tem quem diga que a trilha tem duração de 20 minutos, não sei como essas pessoas fizeram isso. Certeza que são atletas olímpicos. Eu levei quase 02 horas, contando com o tempo em que paramos nos lugares.

Durante a trilha fique atento às PEDRAS AMARELAS. Em nenhum lugar havia lido sobre isso e uma pessoa que tinha acabado de fazer quando eu comecei que me deu essa dica. Claro que não podia deixar de compartilhar com vocês. Dessa maneira no momento que avistar pedras no chão pintadas de amarelo, saia da trilha principal e entre em uma trilha pequenininha a sua direita. Aviso sobre essas pedras, porque não há nenhuma placa indicando e facilmente pode perder a entrada.

Juro que a partir desse momento a trilha ficará mais tranquila e não tão ingrime. Você andará uns 15 minutos por essa trilha, admirando uma bela paisagem da cidade de Santana do Riacho por cima. Quando chegarem no fim dessa trilha irão se deparar com um riacho, formado por pequenas corredeiras. É possível tomar banho no local, mas POR FAVOR não vão muito para a ponta. Isso mesmo, vocês leram ponta corretamente. Esse pequeno rio é simplesmente o topo da Cachoeira Véu da Noiva. Então se forem para a extremidade há risco de caírem por um paredão de pedras de mais de 30 metros de altura. Ao redor desse riacho há várias pedras que você pode sentar e curtir o visual do local.

Depois você irá regressar a trilha até o antigo caminho em que estava. E voltará a subir a trilha de pedras ingrime até quase o seu topo. São mais uns 30 minutos de trekking até você se deparar com uma bifurcação. Lá você terá que optar pela esquerda e caminhar até lindos poços d’água. Essa região é chamada de Mãe D’água e são as nascentes que formam a Cachoeira Véu da Noiva. Alguns poços são ótimos para banho e vale a pena entrar para se refrescar, depois de uma trilha muito cansativa. Se escolherem a direita na bifurcação, entrarão um pouco mais no Parque da Serra do Cipó com trilhas extensas que te levarão para às Cachoeiras Congonhas (esse caminho eu não fiz).

Após conhecer os poços voltamos pela trilha principal até a estrada. Nesse momento que indico o tênis, porque de chinelo na descida seu pé vai escorregando para frente e acho mais confortável com tênis.

Eu realmente achei a trilha cansativa, mas ela é realmente muito bonita, com uma vegetação típica de cerrado e belas vistas da Serra do Cipó. Com certeza é um passeio que tem que ser feito e o melhor de tudo é que é de graça. Então não deixem de conhecer a Trilha dos Escravos.

 

Salve esse post no Pinterest!

Comments

comments

Deixe um comentário