10 Estações de esqui para conhecer na Europa

Inverno Europeu está chegando, alguns países estão abrindo fronteiras para o Brasil e está cogitando ir esquiar em algum destino de muita neve? Esse post é para você.

Aqui vou te sugerir algumas das melhores estações de esqui da Europa. Somente lugares incríveis, com paisagens deslumbrantes e muito frio, neve, esportes de inverno, hotéis aconhegantes, bons drinks, ótimos chocolates quentes, maravilhosas bebidas quentinhas e uma gastronomia espetacular. Tudo isso para aproveitarem essas férias em grande estilo. E vale lembrar que a melhor época para irem aproveitar esses destinos são de dezembro a abril, isso se quiserem pegar as pistas de esqui perfeitas para prática do esporte.

Aliás, seria ótimo também mudarmos um pouco nas férias e escolhermos algo diferente do que verão brasileiro, calor, praia e cerveja gelada, não é mesmo? Então vamos a nossa listinha?

 

1) Chamonix (Mont-Blanc) – França

Claro que já vou começar a lista com um destino que já está aberto para nós brasileiros, por ora para aqueles vacinados, mas até a temporada de inverno, todos nós já teremos vacinados. Então é um destino que já sabemos que poderemos ir. Chamonix é a capital mundial do Esqui e do Alpinismo, ou seja, destino perfeito para quem quer esquiar. O local  foi sede dos Jogos Olímpicos de 1924 e está localizada no Mont Blanc (montanha mais alta da região), nos Alpes Franceses. Essa região está na divisa entre três países: França, Suíça e Itália.

Fique tranquilo se você não tem experiênica no esporte, pois há pistas para amadores. Claro que existem mais profissionais, porém todos podem aproveitar o local. Dessa forma, o local se divide em categorias, que são:

* Le Savoy – destinada a crianças e os mais jovens

* Les Planards – indicada para famílias e principiantes

* Les Houches – voltada a esquiadores de nível intermediário

* Les Grand Montets e Flégère – para pessoas de nível avançado e profissionais

O preço skipass para adulto por 6 dias sai a partir de € 275. Isso sem incluir aulas e se precisar de instrutores.

O local é a escolha perfeita para qualquer viajante, você encontrará muita diversão com as pistas de esqui, mas também muitos hotéis e restaurantes maravilhosos e aconchegantes.


Veja também: Lagos no norte da Itália que você precisa conhecer


2) Garmisch-Partenkirchen – Alemanha

Perto da fronteira austríaca, fica a estação Garmisch-Partenkirchen na Alemanha. Essa é considerada ser um dos melhores lugares de esqui no país e também muito indicado para quem procura fazer snowboard. Ela está situada na Montanha Zugpitze, a maior da Alemanha, com 2.962 metros de altura.

O local já sediou a copa do mundo de esqui e também os jogos de inverno, fidelizando duas de suas pistas a nível mundial. Essas são muito conhecidas e requisitadas, são a Pista Olímpica e a Kandahar. Mas assim, como o último destino, esse lugar é indicado para todas as idades e para todos os níveis de praticantes, e se divide em alguns setores, que são Kreuzeck, Alpstitz e Hausbergn.

O valor por adulto sai a partir de € 255,00 para seis dias, isso somente para entrada no local, equipamentos e aulas se achar necessário não está incluso no valor.

 

3) Cortina d’Ampezzo – Itália

Localizada no norte do país, na região de Veneto, fica a estação Cortina d’Ampezzo. Essa é rodeada pelas Dolomitas (cadeia de montanhas rochosas tombada pelo patrimônio mundial da Unesco). Ela é absurdamente bonita e elegante e foi sede dos Jogos Olímpicos de Inverno em 1956. O lugar conta com mais de 140 km de pistas de esqui, essas que podem chegar até a 2.940 metros de altura.

Todos os níveis de esquiadores são bem vindos, até mesmo aqueles que não sabem nada, mas claro que recomendo que tenha algumas aulas, antes de encarar as pistas. A região como disse anteriormente é muito elegante, dessa forma, os hotéis, restaurantes, cafés, bares e lojas são muito sofisticados e também com valores elevados. Sendo assim considerada um local de luxo.

O preço por adulto para 6 dias de acesso sai a partir de € 295. Crianças tem desconto no acesso.


Veja também: 8 Motivos para viajar à Europa!


4) Zermatt – Suíça

Uma das mais famosas estações de esqui do mundo é Zermatt na Suíca. Essa está situada na fronteira entre a Suíça e a Itália, no Cantão de Valais. Dela se tem uma vista incrível do Matterhorn ou Cervino, o pico mais famoso dos Alpes Suícos (aquele que ilustra a embalagem do chocolate Toblerone, sabe?).

O lugar além de ser ótimo para quem vai a procura da prática do esporte, também é perfeito para o turismo, possui ótimos hotéis, restaurantes e lojas. Esses em uma arquitetura tradicional bem preservada. O melhor ponto para mim é que é proibida a circulação de carros no local, conseguindo conservar ainda mais a região. A locomoção entre um lugar e outro se faz com trenós e carrinhos elétricos.

Zermatt é considerada a mais estação de esqui dos Alpes Suícos, podendo encarar pistas que se iniciam em 3.882 metros de altura. Lembrando que a montanha tem 4.000 metros de altura. São mais de 350 km de pistas para todos os níveis de praticantes. Além de esqui, você pode praticar no local outras atividades, como: snowboard, heliski, freeride e heliboarding.

Dependendo de como estará a cotação do franco, pode considerar o local mais caro do que as demais, pois muitas vezes o franco está mais valorizado do que o euro. Mas é possível comprar seu acesso de 6 dias por Fr$ 340, que equivale a quase € 320 por pessoa.

 

5) Sierra Nevada – Espanha

Acredito que essa seja uma das estações em que os brasileiros mais procuram conhecer no inverno europeu. Isso porque é considerada a estação mais ensolarada da Europa, tendo dias de sol em 80% da temporada. Devido a isso é possível não só esquiar de dia, mas também à noite, isso se o tempo permitir.

Ela está localizada no sul da Espanha em Andaluzia. A estação chega a ter pistas com 3.282 metros de altura, mas se inicia no ponto de 2.100 metros. E se divide em seis áreas: Laguna de las Yeguas, Río, Borreguiles, Veleta (maior área), Loma Dílar e Parador.

Outras atividades que podem fazer na estação são trilhas de esqui cross-country e raquetes de neve. Sem contar que há um snowpark super divertido. Sendo assim, considerado perfeito para viagens em família. O preço de acesso para seis dias por adulto sai  a partir de € 265.


Veja também: Passeios bate e volta saindo de Barcelona


6) Bansko – Bulgária

Para vocês não se assustarem com só valores altos das estações, vou trazer uma mais em conta. O acesso de seis dias por adulto sai a partir de Lev 340 (moeda da Bulgária, lev búlgaro), equivale aproximadamente € 170. Já comecei com a parte boa que é o valor, agora vamos entender sobre o lugar que é incrível.

A estação Bansko é destaque na Bulgária, situada no sudoeste, aos pés das Montanhas de Pirin que chega a quase 3.000 metros de altura. O local conta com 48km de pistas e é ótima para os principiantes, pois a maioria delas são níveis azuis, ou seja, fáceis. Só que as demais pistas são ótimas para quem já tem experiência.

Não só a estação tem preço mais em conta, mas também os hotéis, restaurantes e atrações turísticas. Com isso, o lugar está sempre cheio, então busque sair sempre cedo ou fazer reservas quando possível.

 

7) Poiana Brasov – Romênia

A Romênia se destaca muito em patinação artística no gelo, passeios de trenó e piscinas aquecidas. Saiba que além de tudo isso você pode ter a experiência de esquiar no país. A estação Poiana Brasov está situada a 1200 metros de altura, confesso que não são as pistas mais altas da Europa, mas com certeza inesquecível. A estação é relativamente pequena, mas indicada para todos os níveis de esquiadores e o melhor pode combiná-la com outros destinos do país e explorá-lo completamente.

Sei que está se perguntando, se vale a pena ir ao local. Vale sim, pois em relação ao custo benefício, ela definitivamente é a melhor de toda a Europa. Você pode comprar o acesso para adulto por seis dias, a partir de € 120, na moeda deles: 570 lei romenos. Portanto ela é muito mais barata do que as demais. E não só ela que tem um valor melhor, mas os hotéis, restaurantes, cafés, bares e lojas.


Veja também: O que fazer em Munique


8) Are – Suécia

No centro da Suécia fica Are, uma estação de esqui que conta com mais de 90 pistas de todos os níveis. Muitos a consideram mais desafiadora do que as demais, por ela ser uma das estações com as menores temperaturas da Europa, chegando a -20°C. Junto a isso tem maravilhosas paisagens, que com certeza serão inesquecíveis.

Are além de ser uma ótima estação de esqui, tem uma cidadezinha rural cheia de charme, com casinhas de madeira vermelha, chalés e prédios belíssimos em frente a um lindo lago.

O valor por pessoa para seis dias sai a partir de € 213.

 

9) Kitzbühel – Áustria

Localizada no estado de Tirol, foca a estação Kitzbühel. Ela conta com mais de 180 km de pistas, essas de diferentes níveis e abrange todos os públicos. Ela chega a uma altitude de 2.000 metros e rodeada de lindas paisagens. Além de esquiar, você pode percorrer trilhas de esqui cross-country , trilhas de caminhada de inverno e curling.

Agregado a essas paisagens está uma cidade com uma grande infraestrutura, sendo considerada um destino requintado pelos turistas. Na cidade é possível encontrar lindos chalés, resorts de luxo, hotéis confortáveis, restaurantes conceituados, bares, lojas, cafés, joalherias e MUITA loja de marca.

O mais curioso que esse é um dos únicos destinos dessa lista que quebrará minha primeira dica de ir entre dexembro e abril, pois os dias de neve começam antes. Em outubro já se vê neve no destino, devido a uma tecnologia chamada de “snow farming”. Essa tecnologia protege lotes de neve do calor, evitando que eles derretam no verão. Dessa maneira, cerca de 70% da neve é preservada, fazendo assim com que a estação abra antes do previsto. Ou seja, você tem quase 200 dias do ano de temporada de esqui nesse destino!

O valor por adulto para seis dias sai a partir de  € 286.


Veja também: Dicas para viajar de trem na Itália.


10) Trysil – Noruega

Última de nossa lista, mas não menos importante está a estação Trysil. Um local absurdamente lindo e mágico, rodeada por um cinturão fantástico de florestas coníferas. Ela fica localizada a apenas duas horas de Oslo e está na fronteira com a Suécia.

A estação é perfeita para quem vai em uma viagem em família, pois ela possui 70 km de trilhas que conectas 3 pistas da montanha e também tem 32 teleféricos. O local também possui uma ótima infraestrutura com muitos restaurantes e uma gastronomia bem conceituada.

Três curiosidades sobre a estação é que:

* Foi uma das pioneiras a receber uma certificação de Destino de Turismo Sustentável (prêmio voltado para destinos que desenvolvem o turismo de maneira consciente e diminuem o imapcto da atividade, garantindo a preservação da história e da natureza local).

* Uma das melhores e mais renomadas escolas de esqui se encontra nessa estação, então se forem até a mesma e forem iniciantes, não deixem de ter aulas com eles.

* Além de esquiar a estação possui atividades diferentes, como pesca no gelo e trenós puxados por cachorros de neve.

Sei que existem muitas outras estações de esqui na Europa, mas coloquei aqui apenas algumas das mais conhecidas e das mais recomendadas. Claro que onde forem, a diversão será garantida. Então escolha uma que se enquadre em seu bolso e naquilo em que procura e boa viagem! Aliás cuidado nas pistas!


Dica para viagem internacional: SEGURO VIAGEM É IMPORTANTE. Então adquira o Seguros Promo com meu código de 5% de desconto (CHAPINHANAMALA5) e não passe apuros se algo acontecer. Além do mais, nunca esperamos o pior, mas é sempre bom estarmos preparados, não é mesmo? E para entenderem qual a necessidade de ter um seguro viagem, entrem aqui.

 

Salve esse post no Pinterest!

Comments

comments

Veja também:

Convento Santa Cruz de La Popa

Convento Santa Cruz de La Popa

O Convento Santa Cruz de La Popa é um dos principais pontos turísticos de Cartagena e vocês precisam conhecer este lugar importante para a história da cidade.

Leia mais
transporte em roma

Transporte em Roma

Antes de ir para algum destino é muito importante saber como funciona o transporte local, porque se for dependendo apenas de uber e táxi podem “gastar um rim”. Então vamos entender como funciona o transporte em Roma?

Leia mais
lago di como

O que preciso saber sobre o Lago di Como

Uma das principais dicas da Itália que eu posso dar à vocês é conhecer o norte da Itália, uma região belíssima e um dos principais pontos que precisam conhecer é o Lago di Como.

Leia mais