Bate e volta para Windsor

Windsor é uma cidadezinha inglesa linda e cheia de charme, conhecida por possuir a residência real de fim de semana preferida da Rainha Elizabeth, o Castelo de Windsor. Com certeza este é o passeio bate e volta de Londres que você precisa fazer.

Eu considero um passeio de um dia, porém sempre na vida, se você tiver mais tempo, melhor. Eu peguei um trem aproximadamente às 09h30m, na estação de Paddington que seguiu até a estação de Slough. Lá troquei de trem e fui para o meu destino final, a estação Windsor & Eton Central. Existem saídas diretas de Londres para Windsor saindo da estação de Waterloo. Eu não escolhi essa opção, confesso que na época devia ter sido por dinheiro, era uma estudante em Londres, porém atualmente acredito que teria escolhido ir da forma em que fui e voltar direto. Por quê? Porque o trem direto não é expresso, assim sendo mais demorado (cerca de 55min), já saindo de Paddington é bem rapidinho (20min até Slough e mais uns 5min até Windsor). Não é necessário comprar o ticket com antecedência, basta chegar na bilheteria e comprar. Saem diversos trens por dia, então sempre terá um perto do horário em que queira, mas lembre-se que o ultimo trem é por cerca de 16h. O preço da passagem em que eu paguei para ir e voltar foram aproximadamente £ 10.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ao chegar a Windsor não fui direto para o Castelo, fui primeiramente dar uma volta a pé pela região e me encantei pela beleza do local. A cidade é uma gracinha, aquelas cidades pequenininhas europeias muito bem cuidadas, realmente achei ela linda.  Admito que não encontrei muito que fazer pela cidade além de lojas, restaurantes, cafés, algumas livrarias, lojas de souvenires. Claro que vi algumas coisas, como roda gigante e brinquedos, eu apreciei bosques lindos, como o Windsor Great Park e passeei por mercados e ruas maravilhosas. Portanto em minha opinião, tudo dá para se fazer em apenas um ou dois dias.

Depois segui para a principal atração turística da cidade, o Castelo. Ele foi construído no século XI e foi o castelo por mais tempo habitado de toda a Europa.  A edificação possui inúmeros cômodos, todos esbanjam em requinte e luxo. Seus móveis seguem três linhas: rococó, gótico e barroco.

O local foi projetado com ótima vista para o Rio Tâmisa e tinha o objetivo de proteger e vigiar os arredores. O Windsor Castle foi construído como um castelo de mota (torre construída acima de um morro e outra construção que a cerca), ou seja, eram três alas rodeando uma colina central. Com o tempo dentro do local foi construído um belo palácio, considerado a obra mais cara da Idade Média.

Ao chegar ao castelo, você verá que apenas uma das entradas é aberta ao público, nesta você poderá comprar o ingresso, que custa aproximadamente £ 18, pelo menos foi esse o preço que paguei em 2012.  O ingresso te possibilita entrar em todas as áreas abertas para visitação e te fornece um áudio guia em diversas línguas.

Você não verá aqui fotos internas do castelo, pois essas são proibidas, mas te garanto que é exuberante. Então evite levar câmeras profissionais, para que eles não impliquem com você. Nesse lugar a dica é levar apenas celular.

São diversas atrações para se observar dentro do castelo e uma das principais é a casa de Bonecas da Rainha Mary, essa exposição mostra presentes que a rainha recebeu e ajudou-a a formar sua coleção de bonecas e as casas das mesmas. Outro fascínio do local são os aposentos reais que preservam os móveis da época em que a edificação foi erguida. Ali você também pode admirar estátuas, pinturas, tesouros e muitos outros itens de valor.

No meio do castelo há o Salão de São Jorge, este é cercado por brasões dos membros da Ordem do Garter (uma ordem histórica de cavaleiros fiéis à coroa britânica).Esse é o mais grandioso salão do local. Ele é composto por uma única mesa que comporta até 160 pessoas. Muitas vezes são realizados banquetes de Estado nesse lugar. Uma curiosidade é que em 1992 o Castelo sofreu um incêndio e essa parte foi atingida e acabou perdendo parte de seu teto. Esse foi reconstruído com técnicas medievais para se similar ao que era anteriormente. E finalizei meu passeio contemplando a maravilhosa capela de São Jorge.

Eu amei fazer esse passeio bate e volta e acho interessantíssimo colocarem em seu roteiro para quando estiverem visitando a Inglaterra. Muitos deixam pouco tempo para visitar esse país, mas eu se fosse você reveria esse conceito, pois o Reino Unido tem muito a oferecer.

 

Salve esse post no Pinterest!

Comments

comments

Veja também:

transporte em roma

Transporte em Roma

Antes de ir para algum destino é muito importante saber como funciona o transporte local, porque se for dependendo apenas de uber e táxi podem “gastar um rim”. Então vamos entender como funciona o transporte em Roma?

Leia mais
lago di como

O que preciso saber sobre o Lago di Como

Uma das principais dicas da Itália que eu posso dar à vocês é conhecer o norte da Itália, uma região belíssima e um dos principais pontos que precisam conhecer é o Lago di Como.

Leia mais