Chichen Itzá

Chichen Itzá

Quais os lugares que preciso conhecer no México? Com certeza um deles é o Chichen Itzá, uma das 7 Maravilhas do Mundo Moderno, cheio de história e cultura.

Muitos que estão na região de Quintana Roo, acabam visitando Chichén Itzá e eu super recomendo vocês colocarem o local em seu roteiro. Quando eu fui para Tulum e Cancún, deixei um dia para conhecer o lugar e foi um dia espetacular. Aliás acho um dia excelente para fazer a visita. É bem comum ter passeios fechados que te levam às ruínas, mas se estiver de carro (era o meu caso), recomendo irem também. Basta analisar se compensa financeiramente, acredito que se estiver sozinho não compensará, mas em duas ou mais pessoas já pode ser melhor, ainda mais porque terá liberdade de entrar e sair o horário em que quiser.

7 Maravilhas do Mundo Moderno

 

Chichén Itzá

O local foi reconhecido em 1988 como Patrimônio da Humanidade pela Unesco e com isso ficou mundialmente famoso. Sua principal atração é a Pirâmide de Kukulcán e na verdade esta que é considerada atualmente como uma das 7 Maravilhas do Mundo Moderno. Após esse título, mais turistas começaram a colocar a Zona Arqueológica em seus roteiros pelo México.

O local serviu como uma cidade dos Maias entre os anos 900 e 1500, sendo considerada uma das principais cidades da civilização. Ela era um centro cultural e religioso do povo maia. E seu nome foi originado por dois grandes cenotes (poços) que há no sítio arqueológico.

Chi = “bocas”

Chen = “poços”

Itzá = nome de uma tribo maia que se estabeleceu no local

7 Maravilhas do Mundo Moderno

 


 

Veja também: Teotihuacan, pirâmides na Cidade do México

 


 

Visitação

Ao chegarmos no local, já foi nos informado que o estacionamento estava cheio, só poderiamos parar lá se fossemos “prioridades por lei”, como grávidas, idosos, etc. Com isso, tinhamos duas opções: parar na rua ou estacionar em um estacionamento privado. Como estávamos com carro alugado, decidimos não parar na beira da estrada e prosseguimos a um estacionamento privativo. O valor do estacionamento por carro era de MXN 120 por carro, o dia todo.

O estacionamento era próximo a entrada do Sítio Arqueológico, nem 10 minutinhos andando e já estávamos na entrada do local, que tem uma infraestrutura ótima. Na entrada do parque há restaurantes, lanchonetes (tem até Starbucks), lojas, casa de câmbio, sem contar inúmeras barraquinhas vendendo souvenirs.

Na entrada há duas filas vendendo o ingresso, se você for pagar com cartão de crédito, antes de entrar em uma delas pergunte qual delas aceitam essa forma de pagamento. Isso porque pegamos uma fila, na hora de ser atendido disseram “a fila do cartão de crédito é a outra”, resumo, ficamos mais 20 minutos aguardando na outra fila.

A fila não era gigantesca, mas ficamos esperando aproximadamente 20 minutos em cada uma delas e o valor da entrada era de MXN 538 por pessoa e crianças até 12 anos pagam apenas MXN 85. Já se forem de nacionalidade mexicana pagam também somente MXN 85.

Obs: Tem como ir ao local com criança, mas se for um bebê não indico, por ser um local com muita exposição ao sol e acho que não há necessidade de um bebê passar por isso. Essa é a minha opinião!

7 Maravilhas do Mundo Moderno

 


 

Veja também: Zulum Tulum

 


 

O local abre todos os dias das 09h às 17h, porém a última entrada é às 16h. Nós entramos definitivamente no sítio arqueológico, cerca de 10h30 e indico tentarem entrar o mais cedo possível. Isso devido o sol ser intenso, então perto das 12h é seu ápice e muito quente. Não se esqueçam de levar e tomar bastante água.

O local possui 6,5km², mas uma boa parte é composta por floresta. Então verá parte com sol direto, mas a grande maioria é fechada por árvores. Não há mapa físico para te guiar no lugar e sim um mapa por QRCode, ou seja, ao entrar no local já pegue seu celular e baixe o mapa. Para aqueles que querem saber e aprender mais sobre o local e sobre a cultura maia, recomendo contratarem um guia. Algumas excursões fornecem esse serviço, ficando o guia 1h explicando e 1h deixam você livre.

Caso não tenha ido de excursão e queira o serviço de um guia, na entrada do local, perto da bilheteria há muitas pessoas credenciadas que te venderão esse serviço. Caso decida por esse, saiba que não precisa ficar na fila para comprar ingresso, eles meio que tem “direito de furar fila”, achei isso estranho, mas é o que mais acontece.

Quais os lugares que preciso conhecer no México?

 


 

Veja também: Como ir do aeroporto de Cancún à Zona Hoteleira

 


 

Eu fiz por conta e fiquei quase 03h no local. Isso, porque exagero nas fotos. Mas é super possível ver em menos tempo. Todavia acho que pelo menos duas horas vão ficar no lugar. Por lá você irá conhecer alguns pontos importantes para a civilização maia durante a hisrótia, como:

* Pirâmide de Kukulcán;

* Praça das 100 Colunas;

* Cenote Sagrado;

* Campo do Jogo de Bola;

* Templo del Hombre Barbado;

* Templo dos Guerreiros;

* Caracol.

Além desses há outros lugares interessantes e super bem conservados para conhecer. E já aviso que em nenhuma pirâmide você pode subir, como em Teotihaucan na Cidade do México. Ali para a preservação do local, não se pode subir em nenhuma das construções.

Quais os lugares que preciso conhecer no México?

 


 

Veja também: La Zebra

 


 

Curiosidades sobre a Pirâmide de Kukulcán

A principal atração de Chinchén Itzá é a Pirâmide de Kukulcán, essa foi construída pensando na astronomia e ela é um calendário maia. Cada lado seu tem 45º e 91 degraus. Todos os degraus dela somam 365, exatamente o número de dias do ano. Além disso, ela foi contruída para culto ao deus Kukulcán, que significa serpente emplumada. Durante os equinócios de primavera e outono o sol cria a ilusão de uma serpente subindo e descendo as escadas da pirâmide.

chichén itzá

 


 

Veja também: Central Park Lagunas, o melhor Airbnb de Tulum

 


 

Compras em Chichén Itzá

Não podia deixar de escrever sobre isso nesse post, isso porque o local definitivamente é o local com mais barraquinhas de souvenirs à venda em que eu já vi no mundo. Antes dali, essa posição estava com Machu Picchu, mas não se compara. Antes de entrar tem barraquinhas, dentro tem barraquinhas, na saída tem barraquinhas. Em todos os lugares tem barraquinhas.

Afinal, vale a pena?

MUITO. Comprem lá dentro se possível, as que tem do lado de fora tem o valor um pouco mais alto. Porém lá dentro tem um preço ótimo e lembrem-se de pechinchar, eles estão acostumados a negociar os preços. Então dá uma “choradinha” para o preço melhorar.

Já aviso que lá dentro encontrarão de tudo, desde camisetas à pratas. Eu comprei um imã para minha coleção e comprei também uma belíssima escultura para minha casa. São tantas as opções que você fica boba, querendo tudo!

Obs.: Foi o lugar em todo o México com o melhor preço.

Quais os lugares que preciso conhecer no México?

 


 

Veja também: Chapultepec na Cidade do México

 


Chichen Itzá

 

Localização

Chichén Itzá fica cerca de 200 km de Cancún e 155 km de Tulum. Ao irmos de Tulum para lá pegamos uma estrada de mão única (não muito boa), com pouca sinalização na verdade, porém sem nenhum pedágio. Já no trajeto de Chichén Itzá para Cancún pegamos a expressa, totalmente duplificada, porém com bastante obras, e nessa haviam muitos pedágios. Acho importante avisar, porque esses não aceitam cartão de crédito e estejam preparados, pois o valor é bem alto. Mas caso não tenham peso mexicano em mãos, eles aceitam dólares. Convertidos ao real, pagamos cerca de R$ 115,00 em pedágios.

 

 

Mais informações

Site Oficial: Chichén Itzá 

 

Quais os lugares que preciso conhecer no México?

 


 

Dica para viagem internacional: SEGURO VIAGEM É IMPORTANTE. Então adquira o Seguros Promo com meu código de 5% de desconto (CHAPINHANAMALA5) e não passe apuros se algo acontecer. Além do mais, nunca esperamos o pior, mas é sempre bom estarmos preparados, não é mesmo? E para entenderem qual a necessidade de ter um seguro viagem, entrem aqui.

 


 

Salve esse post no Pinterest!

Comments

comments

Veja também:

Convento Santa Cruz de La Popa

Convento Santa Cruz de La Popa

O Convento Santa Cruz de La Popa é um dos principais pontos turísticos de Cartagena e vocês precisam conhecer este lugar importante para a história da cidade.

Leia mais
transporte em roma

Transporte em Roma

Antes de ir para algum destino é muito importante saber como funciona o transporte local, porque se for dependendo apenas de uber e táxi podem “gastar um rim”. Então vamos entender como funciona o transporte em Roma?

Leia mais
lago di como

O que preciso saber sobre o Lago di Como

Uma das principais dicas da Itália que eu posso dar à vocês é conhecer o norte da Itália, uma região belíssima e um dos principais pontos que precisam conhecer é o Lago di Como.

Leia mais